Pygeum africanum 100mg - 120 Cápsulas

Cod.: 324344
Vendido e entregue por Unicpharma Manipulação
R$62,00

Ofertas Relacionadas

Informações do Produto

PYGEUM AFRICANUM O Pygeum (Pygeum africanum) é uma planta medicinal também conhecida como madeira-de-ferro, cereja-africana, ameixa-seca, dentre outros nomes medicinais. Inclui o sinônimo botânico Prunus africana, pertence a família Rosaceae. O uso medicinal do pygeum é conhecido desde o século XVIII, quando as tribos africanas ensinaram aos primeiros exploradores europeus sobre a utilização da casca da planta para tratar desconforto na bexiga. O extrato é usado na Europa para tratar a hiperplasia prostática benigna (HBP) desde 1960. A HBP se carateriza pelo aumento benigno da próstata não-canceroso que restringe o fluxo de urina da bexiga. A casca contém vários componentes, incluindo beta-sitosterois, que exibem ação anti-inflamatória através da inibição da produção de prostaglandinas na próstata. Outros componentes do incluem ácido ferúlico e ésteres, que reduzem os níveis de prolactina (um hormônio que promove a captação de testosterona na próstata), e triterpenos pentacíclicos, que inibem uma enzima envolvida na inflamação e ajudam a reduzir o edema. Os cientistas acreditam que esses fitoquímicos trabalham juntos para ajudar a combater as alterações estruturais e bioquímicas associadas com a hiperplasia prostática benigna. O pygeum também estimula as secreções glandulares, abaixa os níveis de colesterol e reduz o inchaço e a inflamação, além de inibir as prostaglandinas que contribuem para a congestão vascular.Possui também em sua composição beta-sitosterol, triterpenos (ácido ursólico e ácido oleanólico) e taninos. PYGEUM AFRICANUM PARA A SAÚDE SEXEUAL DO HOMEM Como tônico masculino, o Pygeum africanum aumenta as secreções prostáticas e melhora a qualidade do sêmen. Também pode aumentar a capacidade de ereção e ajuda a combater a infertilidade masculina. O extrato do pygeum demonstrou resultados positivos em estudos in vitro em ratos para utilização contra o câncer de próstata. Em um estudo publicado na edição do Archivio di Italiano Urologia, Nefrologia, Andrologia em setembro de 1991, 18 pacientes com condições de saúde incluindo disfunção erétil e ejaculação dolorosa (em função de hiperplasia prostática ou prostatite crônica) receberam extrato de pygeum diariamente durante 60 dias. Os pesquisadores relataram uma melhoria da condição sexual dos pacientes durante o tratamento. Segundo a Universidade de Maryland Medical Center, a hiperplasia benigna da próstata se condição relativamente comum em homens acima de 60 anos. A hiperplasia é um aumento não canceroso da próstata que pode causar micção frequente, vontade súbita de urinar, dificuldade em urinar e esvaziamento incompleto da bexiga. Também pode levar a infecções da bexiga e problemas renais. O National Institutes of Health (NIH), uma agência do Departamento de Saúde dos Estados Unidos e também considerado um dos centros de pesquisa médica mais importante do mundo, concedeu a casca do pygeum nota “A” para o tratamento de sintomas de hiperplasia prostática benigna, embora o pygeum não diminua o tamanho da glândula da próstata. Benefícios O QUE É PYGEUM-AFRICANUN: O Pygeum africanum é a casca de uma árvore perene nativa de algumas regiões da África. Geralmente a casca não é colhida até a árvore estar completamente desenvolvida. A casca contém três grupos de componentes ativos: fitosteróis (como beta-sitosterol), triterpenóides pentacíclicos (incluindo ácidos ursólicos e oleaicos) e ésteres ferúlicos de álcoois graxos de cadeia longa (incluindo ésteres ferúlicos de docosanol e tetracosanol). A casca da árvore contém óleo com muitos ingredientes ativos; ceras, ácidos graxos, e outros compostos menos familiares. A principal atividade biológica do Pygeum está vinculada a um composto de fitosterol conhecido como beta-sitosterol. Os fitosteróis são estruturalmente semelhantes ao, mas muito menos eficientemente absorvidos da dieta do que, o colesterol. A força biológica dos fitoesteróis, entretanto, é semelhante à dos hormônios; portanto, uma quantidade muito pequena parece suficiente para iniciar uma resposta. POR QUE TOMAR ? Pygeum tem demonstrado ter muitos benefícios para a saúde de um homem e sua próstata. O Pygeum é principalmente usado para tratar hipertrofia prostática benigna, ou HPB, uma condição que afeta os homens a partir dos 40 anos, mas cada vez mais com a idade: 30% dos homens com 50 anos; 50% dos homens com 60 anos; e praticamente 80% dos homens com 70 anos. A HPB implica duas alterações da próstata: maior tamanho e maior densidade do tecido. Estas alterações causam sintomas de necessidade frequente de urinar pequenos volumes, menores secreções prostáticas, menor esvaziamento da bexiga. O esvaziamento incompleto da bexiga aumenta o risco de infeções da bexiga, edema e inflamação, e possivelmente, câncer da próstata. Os níveis de açúcar no sangue e a função imunológica também melhoram. Tem sido demonstrado ser útil na condição relacionada à prostatite crônica, com e sem disfunção sexual relacionada com a próstata, e infertilidade devido à redução nas secreções prostáticas. Devido a ações como um regulador e antiinflamatório do sistema imunológico, o Pygeum também tem sido estudado para utilização com outros tratamentos para hepatite C e HIV. Os fitosteróis do Pygeum são antiinflamatórios. O Pygeum também reduz edema (o inchaço causado por um excesso de fluidos), reduz os níveis de prolactina hormonal, reduz e inibe a atividade do colesterol na próstata. Prolactina, cujos níveis são aumentados ao beber cerveja, estimula o consumo de testosterona pela próstata, aumentando os níveis de um metabólito responsável pelo aumento das células prostáticas, dihidrotestosterona (di-hidro-testosterona), (DHT). O colesterol aumenta a influência da DHT. Os europeus aprenderam sobre a utilidade desta planta no tratamento do que é conhecido como "doença do homem idoso". Continua a ser amplamente popular na Europa e como remédio para HPB, especialmente em França onde a utilização do African pygeum para HPB é de cerca de 80%. QUEM PRECISA? EXISTE ALGUM EFEITO COLATERAL? É usado geralmente para manter a saúde da próstata em homens acima dos 50 anos. Não existem sintomas de carência. Não existem interações medicamentosas, mas em algumas raras ocasiões, podem ocorrer náusea ao tomar o Pygeum. Posologia Modo de usar: Para Adultos, Tomar 1 Cápsula Duas Vezes Ao Dia Preferencialmente Com As Refeições Composição Sugerida Porção: 1 Cápsula Pygeum (Pygeum africanum) (casca) 100mg

*Não se trata de propaganda, e sim de descrição do produto, consulte sempre um especialista. **Venda Sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a resolução 586/2013 do conselho de farmácia. Consulte-o. Sugestão de uso e benefícios desenvolvidos por profissional habilitado. Todo produto deste site possui dosagens dentro dos padrões usuais.

Advertências * Estiver Grávida Ou Amamentando, Consulte Um Médico Antes De Usar Este Produto. * Mantenha Fora Do Alcance De Crianças. Guarde Em local frio e seco. * Não misturar esse medicamento com outro tipo de estimulante drogas ou bebida alcoólica. 1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado. 2. Imagens meramente ilustrativas.s 3. É recomendável uma dieta e exercícios físicos para auxiliar a redução de "peso". 4. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto. 5. Em caso de hipersensibilidade ao produto recomenda- se descontinuar o uso e consultar o médico. 6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. 7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz do calor e da umidade. Nestas condições o medicamento se manterá próprio para o consumo respeitando o prazo de validade indicado na embalagem. 8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. 9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. 10. Embora não existam contra-indicações relativas a faixas etárias recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta. 11. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas procure orientação médica. 12. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado. 13. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica. 14. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO". Referência 1. http://www.gallica.com.br/arquivos/site/materia-prima/pygeum_africanum.pdf

Todas as informações divulgadas são de responsabilidade exclusiva do fabricante/fornecedor.
Imagem meramente ilustrativa.
Ficha Técnica
EAN: 0000000000000
Marca: Unicpharma
R$62,00 Calcular FRETE